Deputado Alex Redano apresenta projeto onde a mãe terá direito de escolha na hora do parto

O deputado estadual Alex Redano(PRB), recebeu nesta semana, um impotante anti-projeto, da médica pediatra, Dra. Luciane Berti. Trata-se do direito de decisão da mãe em escolher entre parto normal ou cesariana na hora do parto, tendo em vista que, elas sofrem muito no chamado "parto forçado", que é um procedimento atual adotado por médicos pediatras em hospitais públicos.

Atualmente quem toma essa decisão em hospitais públicos no Brasil, é uma equipe médica, ou o obstetra responsável, onde só optam pelo parto cesariana em casos de extrema emergência, e até ser tomada essa decisão o sofrimento psicológico da mãe, e a dor são constantes.

Segundo Redano, irá apresentar o projeto na comissão de saúde e em plenário resguardando o direto da mãe, a vida e a garantia de que no atendimento público terá o mesmo tratamento que o particular. "Vamos apresentar na comissão de saúde e em plenário esse projeto de lei, que assegura a mãe o direito de escolha, "se prefere parto normal ou cesariana", resguardando o seu direito, a vida e a garantia de que no atendimento público terá o mesmo tratamento que no particular", finalizou o deputado.

Fonte: Assessoria